quarta-feira, 28 de março de 2012

Autonomia e complementaridade do texto e da ilustração na obra infantil e juvenil

                                           
                                       AGENDEM-SE


   Vem aí a Semana do Livro, promovida pela CRL, de 18 a 24 de abril
   A AEILIJ - Regional RS vai apresentar um Painel para o pessoal que curte  e que faz literatura infantil e juvenil
   
   Agendem-se e compareçam! Queremos contar com um grande público.


      

PAINEL AEILIJ - Regional/RS na Semana do Livro


"Autonomia e complementaridade do texto e da ilustração na obra infantil e juvenil"


Data: 18 de abril de 2012
Horário: das 18h30 às 20h30
Local: Casa de Cultura Mario Quintana – Biblioteca Lucília Minssen – Sala “Lili inventa o mundo”


Painelistas:

         Ana Mello – escritora


         Monika Papescu – ilustradora


         Anelore Schumann – psicanalista e artista plástica


Mediadora:

         Jacira Fagundes – escritora e coordenadora da AEILIJ-Regional/RS



Público: Escritores, ilustradores, professores e interessados em geral


Haverá espaço para exposição de obras (infantil e juvenil) de autoria de escritores e ilustradores associados.











sexta-feira, 16 de março de 2012

De "O quadro na parede"

  Minha amiga poeta Zaira Cantarelli me enviou uma pérola em forma de poema, que publico aqui.


                            
VELHO DO SACO

Os olhos vermelhos
regavam o chão

os pés cansados
lambiam a culpa

assim seguiu

espreguiçando os dias
des(a)pontando a vida. 
                                                                     

         * zaira cantarelli*




 Alice, minha personagem da recente história de terror, deixa mais um trechinho de sua história arrepiante, em homenagem a Zaira.



Um personagem que metia medo era “o velho do saco”. Quem era este homem? Como eu poderia reconhecê-lo? Poderia se esconder no saco de lixo, dentro da lixeira? Ou na sacola grande do supermercado? Ou poderia ser um velho assim como seu Jorge, só que bem malvado, a perambular pelas praças carregando uma sacola imensa e fedorenta cheia de crianças mortas?  

Alice F. - protagonista de "O quadro na parede"



Como no poema da Zaira, ela - Alice - também morria de medo do Velho do Saco. 



domingo, 11 de março de 2012

FEIRA DO LIVRO DE ARTISTA NO ATELIER LIVRE

No dia 13, nesta terça-feira, a partir das 15 horas, a primeira Feira do Livro de Artista vai acontecer no Atelier Livre da Prefeitura Municipal.

Muitos livros estarão expostos e poderão ser adquiridos.

Nosso livro infantil digital  O REI QUE COMIA LETRAS E OUTRAS HISTÓRIAS também vai estar lá abrilhantando a feira.

Contamos com uma presença de respeito.

Compareçam!

domingo, 4 de março de 2012

ESTAMOS DE VOLTA

                      Foram-se as férias. 

              “O QUADRO NA PAREDE”

- o infantojuvenil anunciado aos leitores, chega a seu final.



Nova fase (meio complicada) - o caminho da publicação e a busca de uma editora.


Mas tenho fé, o escritor sempre tem fé. Alice, a protagonista, também.


Para dar “água na boca” aos que aguardam o livro, vai aí um trechinho.


"Mas não dormi logo. Fiquei quietinha olhando o escuro e de repente, me vi sentada numa cadeira de braços ao lado de mamãe, numa sala muito estranha. Era uma sala pequena e escura, tinha uma única janela que se encontrava fechada; eram bem poucos os móveis e um monte de imagens de santos de diversos tamanhos estavam voltados para nós numa espécie de oratório. Também havia imagens de pássaros, pombas especialmente, e até uma coruja enorme de madeira entalhada. A peça cheirava a vela e incenso. Na ponta da mesa, uma mulher baixinha de turbante azul e roxo nos aguardava enrolada num xale dourado que ia até os pés. Mamãe me falou que era a sacerdotisa."