sábado, 26 de dezembro de 2015

MENSAGEM DE NATAL E ANO NOVO





Mais um ano chega ao fim.  E com ele, muitas promessas e muitas expectativas.
Oxalá que, com a parcela de cada um e com a vontade universal de todos os corações em uníssono, possa a humanidade ir ao encontro da paz mundial, da harmonia dos povos e da fé e esperança em dias menos sombrios e inquietantes. Que a luz celestial, vinda de todas e de cada uma das crenças, desarticule a indiferença, o preconceito, as lutas e o poder discriminatório dos insensatos e poderosos.  Que o convívio, a comunicação,  a ordem natural das coisas e a preservação  da natureza e da vida prevaleçam em todas as esferas.


FELIZ NATAL E FELIZ  2016!

sábado, 21 de novembro de 2015

Registros da 61ª Feira do Livro



E a 61ª Feira do Livro terminou deixando saudades. Desta feita, dos 17 dias de feira, eu me ausentei apenas em 4 dias.
Houve participações do Projeto Leitor de Rua e visitas guiadas e comentadas à Exposição Miniconto e Imagem, da Confraria Reinações em que fui  curadora.
Também ministrei Oficina de Literatura Fantástica no Armazém Literário, espaço da CORAG. Conversamos sobre o mesmo tema - Jacira Fagundes, Gládis Berriel e Christopher     - no estande da Câmara Municipal.
Compareci ao lançamento do livro "Assombros Juvenis V", onde fui jurada do concurso.
Autografei meu conto "Manual de Eficiência", Menção Honrosa, no Concurso da SINTRAJUFE, que consta na Coletânea "Eu Palavro".
Foram atividades intensas em que dividi conteúdo e informações, palavras e abraços tanto com leitores quanto com parceiros de escrita.
Um tempo de muita satisfação e de aprendizado.

Exposição Miniconto e Imagem - Biblioteca Moacyr Scliar








Projeto Leitor de Rua - Entrevista Rádio UNISINOS

                                         Projeto Leitor de Rua - Jardim do Chapeleiro Maluco





quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Eu Palavro






A coletânea está linda. O título pra lá de verdadeiro.
Na página 107, deixei autógrafos para os novos leitores.
Aqui, um comecinho do meu conto:

Manual de Eficiência


"Ela dá de mulher-maravilha. Acorda às cinco da manhã. Prepara o café, arruma a mesa, coloca de molho a roupa suja, chama os filhos um por um: primeiro Pedro, depois Sara, por fim Luísa. Serve as crianças sem emitir uma palavra: um  tapinha nas costas, um alisado nos cabelos da menor, e está feito o cumprimento matinal. Ajeita-se no escuro tratando de não acordar o marido que faz pouco recolheu o taxi. Junta a louça na pia. Calça os sapatos no corredor. Pega os filhos prontos e vestidos. Sara pela mão, Luísa no colo, Pedro já é grande, vem atrás. Com seis anos carrega as mochilas, a sua e a da pequena."

domingo, 8 de novembro de 2015

Lançamento de Coletânea



Hoje,dia 08/11, lançamento de coletânea resultante de concurso. O Sindicato dos Trabalhadores da Justiça Federal - SINTRAJUFE - lança " Eu palavro" , às 20 horas, no Memorial do Rio Grande do Sul, dentro da Programação da 61ª Feira do Livro de POA. Meu conto " Manual de Eficiência" recebeu Menção Honrosa e consta da coletânea. Estarei lá entre os selecionados. Feliz da vida com esta conquista. E como não estar?

domingo, 11 de outubro de 2015

Oficina de Literatura Fantástica






Uma oficina de Literatura Fantástica  será desenvolvida por Jacira Fagundes na Metamorfose Cursos, no bairro Menino Deus, nos dias 22 e 29 próximos, duas quintas-feiras seguidas, no horário das 19h às 21h30.
A oficina oferece um percurso pela magia e pelo desconhecido – matérias que compõem a literatura do gênero – como forma de entender, exorcizar e criar literatura com foco em tal questão perturbadora.

Detalhes quanto a conteúdo  e inscrições no  site:
www.metamorfosecursos.com/literaturafantastica


 E um miniconto de aperitivo.
Que o participante pode criar na mesma linha ou na linha que preferir.

Draculinha

A mãe voltava às reclamações, enquanto lhe cobria de pomada as feridas abertas.
Menino teimoso; fez buracos por todo o corpo.
O sol não nasce para todos, filho.

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Tudo sobre o livro O QUADRO NA PAREDE



 Na página  http://www.facebook.com/olivronaestantejf, o leitor encontra

 . o plano de " O quadro na parede"
 . a sinopse
 . curiosidades
 . capa e dados de publicação

Confira! Curta a página! Deixe comentários sobre livros!

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Livros infantojuvenis em promoção



Neste mês da criança, adquiram livros para presentes aos seus pequenos.
Frete grátis e 25% de desconto. 
Até 30 de outubro. 
Entre em contato pelo : jamafag@terra.com.br -  envie nome do destinatário e endereço completo


Uma  troca de confiança entre cães
e um garoto sensível e paciente com os animais




de R$25,00 por R$19,00






Quando um quadro na parede
pode revelar um mistério
de assombrar uma garota esperta?


de R$20,00    por  R$15,00





sábado, 26 de setembro de 2015

O livro na estante



O Livro na Estante é o nome da minha página no Facebook.

Acredito que todo escritor deseje ardentemente ser lido. Para isso escreve. Para se encontrar com o leitor mais adiante, no silêncio da palavra, no que ela, a palavra, teve de suprema importância para ele, escritor.

Aqui, os livros serão baixados da estante para se apresentarem ao público leitor. Como um convite à leitura!

Curtam a página no link:

domingo, 20 de setembro de 2015

Oficina de Literatura Fantástica na Metamorfose Cursos



Comunico que, nos dias 22 e 29 de outubro, estarei no  Espaço Metamorfose Cursos, ministrando  Oficina de Literatura Fantástica.
O fantástico  vem ganhando espaço entre as preferências do público e conhecer, ler ou escrever literatura fantástica pode também estar entre suas preferências.

Junte-se a nós nesta aventura. 

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

A Vassoura Mágica - da série Minicontos de Terror


Enquanto se aguarda pela Oficina de Literatura Fantástica, vou postando aqui minicontos da série 
                               Minicontos de Terror



                                                    Imagem cedida por Joel Silva



A vassoura mágica



Tempos difíceis em que tudo era descartável. Malévola experimentava a nova vassoura. A anterior se despedaçara e a nova tinha lá suas limitações.
Mas para uma coisa a vassoura era malevicamente mágica.
A cada amanhecer, varria da mente da dona todas as perversidades acumuladas  no dia anterior.
Com a mente limpinha e vazia de maldades, Malévola voava mundo afora com a inocência e a aparência da mais bondosa das fadas.

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Resenha de Dois no Espelho



Publiquei a novela Dois no Espelho em 2007. Na ocasião, o também escritor e responsável pelo portal www.artistasgauchos.com, Prof Marcelo Spalding, escreveu uma resenha da obra.

No presente 2015, 8 anos depois, a novela reaparece em sua 2ª edição.

E penso que vale relembrar aos primeiros leitores e incitar à leitura, os novos leitores.

Então aí está a resenha da obra "Dois no Espelho". Encontrem a autora no site:

http://www.jacira fagundes.com


Palavras e silêncio ao espelho
Marcelo Spalding



Certa feita a escritora Cíntia Moscovich afirmou que Porto Alegre é a “cidade das oficinas literárias”. E talvez por isso, completo eu, seja a “cidade dos escritores”. Escritores assim, no plural, desconhecidos muitas vezes, profissionais de outras áreas, distantes da grande mídia, jamais vencedores de algum prêmio, pessoas “comuns” que mesmo estando “à margem” do meio literário produzem suas ficções e, eis o motivo de Porto Alegre ser a cidade dos escritores, boas ficções.

Exemplos há muitos, e muitos deles estão aqui no nosso site, como o Leonardo Brasiliense, que até vencer o Jabuti era um autor de belo trabalho e pouquíssimo reconhecimento. Outro é o que apresento agora ao leitor: Jacira Fagundes. Jacira, segundo a própria, “é de um tempo em que mulheres cumpriam a tradição: formavam-se professoras, depois esposas e depois mães”. Publicou seu primeiro livro em 2005, o infanto-juvenil “Um desafio para Manuel”, e ano passado lançou pela Movimento a novela “Dois no Espelho”, saudada na orelha por Valesca de Assis.

“Dois no Espelho” narra a história de dois irmãos marcados pelo destino: ela, herdeira de uma doença hereditária; ele, aleijado depois de cair do balanço quando bebê. Por causa da irmã. Em torno dos dois, ou entre eles, uma mãe viúva e reticente, que acompanha com certo distanciamento as implicâncias que virariam mágoas e acusações profundas entre os irmãos.

Os nomes, Mariana e Anairam, revelam que ambos são o verso e o reverso, o claro e o escuro, motivo pelo qual amam-se e odeiam-se. Tal qual num antigo LP, a autora aproveita-se dessa dualidade para dividir o livro em duas partes, a primeira narrada pelo menino, em que conta os motivos que o levaram a construir um dossiê sobre a doença que a irmã finge não existir, e a segunda narrada pela menina, já moça, em que revela toda a angústia por tentar viver normalmente apesar da forma física, apesar do destino traçado.

O discurso dos irmãos é marcado por silêncios, em que o mais importante não é o revelado, e sim o que está nas as entrelinhas, nas mágoas não ditas, nos amores não revelados, naquilo que o espelho não consegue refletir. Tal semelhança no feitio das duas partes causa algum estranhamento, é verdade, pois a narração não muda de tom na troca de um irmão para o outro, mas consegue recuperar os conflitos que num primeiro momento parecem difusos e dar um fechamento para a novela. Além disso, é fundamental que a narração seja em primeira pessoa porque ambos constituem-se naquilo que Ricouer chamou de “narrador inconfiável”: temos apenas suas versões ressentidas dos fatos, não a verdade em si, até por ser essa “verdade” inexistente no plano das relações familiares.

E é dessa relação entre a impossibilidade de compreensão plena da vivência das personagens e a necessidade do texto literário constituir-se por zonas indeterminadas que “Dois no Espelho” se vale, permitindo a cada irmão ver a si e ao outro nessa novela perturbadora.

20/05/2008

terça-feira, 1 de setembro de 2015

OFICINA DE LITERATURA FANTÁSTICA

Uma  oficina de literatura fantástica espera por você! 

  Presencial em Porto Alegre, RS - inscrições abertas




Quer percorrer o caminho da magia, do irracional e desconhecido – matérias que compõem a literatura fantástica – como forma de entender, exorcizar e criar literatura envolvendo tal questão perturbadora?


Uma oficina para quem aprecia o gênero e quer compor histórias envoltas em mistério e que mexam com seres imaginários na luta entre o bem e o mal.


Com apreciação dos textos produzidos e compartilhamento entre os participantes.

Saiba mais! Inscreva-se: http://www.metamorfosecursos.com.br/curso.php?id=35.



quarta-feira, 19 de agosto de 2015

100º Encontro da Confraria Reinações


A festa do 100º Encontro da Confraria Reinações aconteceu no dia 18 do mês.
Juntou um público muito interessado em participar do evento, quando foi realizada a 
                         Exposição Miniconto e Imagem































terça-feira, 14 de julho de 2015

Projeto Miniarte e o Museu da Moda




  Um desvio de foco do olhar e recaio nas Artes Visuais.
  Uma imagem que evoca a narrativa, como não poderia deixar de ser.
  A moda se mostra na vitrine, porém sem identidade. 
  Os manequins não possuem cabeças, ou melhor dito, servem-se de cabeças inusitadas.
  A moda é apenas um produto que se torna cada vez mais popular.
É o que penso das artes em geral: que se aproximem do público  e que o público as consumam.
  A Miniarte/Moda/ 2015 está acontecendo na estrada Gramado/Canela, no Museu da Moda.
 Um prédio bacana à direita, para quem vem de Gramado.
 Meu trabalho de arte visual está em exposição junto a tantos outros artistas.
O convite é para quem for subir a serra nestes dias gelados aqui do sul.

FICA A DICA







domingo, 21 de junho de 2015

E aconteceu a 19ª Feira do Livro de Gramado


A 19ª Feira do Livro de Gramado esteve muito bonita. Uma organização primorosa. Ampliada com a criação de um novo espaço para oficinas e exposição de trabalhos de alunos. Fiz duas apresentações no dia 16, ambas no palco da feira, com a presença de alunos.
A primeira ocorreu pela manhã, com um bate-papo mediado pelo ator e músico Pedro Campos Delgado.  Presença de alunos do 2º e 3º anos do Ensino Médio da Escola Santos Dumont, que leram a novela Dois no Espelho e levantaram questões para  discussão. A professora apresentou três elementos da obra que serviram de suporte para trabalhos em sala de aula:
A escrita detalhada de lugares e de fatos, que acrescenta aspecto visual à obra
A riqueza de vocabulário
O aprofundamento de análise do comportamento no grupo familiar

(leiam na página TEXTOS comentados , sobre a novela Dois no Espelho)


A segunda apresentação foi com alunos do 4º ano e professoras da mesma escola na leitura de Um Garoto Bom pra Cachorro. Houve participação da boneca Emília da CCMQ de Porto Alegre e análise das ilustrações. As crianças leram o livro e presentearam a autora com trabalhos resultantes da leitura.








terça-feira, 9 de junho de 2015

Um convite para a 19ª Feira do Livro de Gramado



Estarei, no dia 16 de junho, participando mais uma vez da Feira do Livro no município de Gramado, a mais bela cidade serrana do planeta.

Publiquei a novela Dois no Espelho, em 2007, e agora, de cara nova na capa nova, lanço a 2ª edição.

Um Garoto Bom pra Cachorro é destes livros que parecem querer andar sozinhos, levando alegria para a criançada.
Já estive batendo papo em várias escolas, para diferentes faixas etárias. Até uma turminha do Jardim B, se deliciou com a história do João Vítor e a cachorrada a seus cuidados.
Agora é a vez de crianças gramadenses curtirem o João Vítor e suas aventuras com os animais na montanha russa.



10h
Bate-papo e Sessão de Autógrafos com a Escritora Jacira Fagundes - “Dois no Espelho” 2ª Edição- Mediador Pedro Campos Delgado
Sala de Autógrafos 1



14:30
Leitura Comentada com a Escritora Jacira Fagundes- “Um Garoto Bom pra Cachorro” ilustrações de Nadia Poltosi”
Palco Cultural
Gratuita

domingo, 31 de maio de 2015

Marcadores da Arte - Exposição de marcadores na Chico Lisboa




Escritores escrevem. Artistas visuais criam arte visual.
Mas se ambos lidam com arte - arte literária e arte visual - fica difícil estabelecer uma zona limítrofe na criação.
Sou destes escritores que persigo os dois caminhos. 
Dizem, alguns de meus leitores que, meu texto é muito visual. 
E, quando crio uma imagem, seja fazendo arte postal, seja criando uma ilustração para um texto de minha autoria, atrás, bem atrás do traçado das linhas, existe uma narrativa.
Por isso, estou, no momento fazendo aulas de ilustração com a Nádia Poltosi, ilustradora que ilustrou meu último livro infantil - Um garoto bom pra cachorro.
Adoro a arte da colagem e tenho me dedicado bastante nas aulas com a Nádia.
Enfim, terminei o livro que vinha escrevendo desde o ano passado - O Legado.
É livro juvenil, digamos que uma continuidade de O Quadro na Parede, livro que publiquei em 2012.
No momento, ele está nas mãos do editor responsável pela publicação.
Enquanto isso, vou planejando  as ilustrações que eu mesma irei fazer desta vez, usando colagens.
Mas esta é outra conversa, que vou desenvolver por aqui, com bastante calma, adiantando um pouco de O Legado.

E como falei acima, além de escrever, eu me dedico também, em menor escala, às artes visuais.

Daí o convite:

Na terça-feira, dia 03 de junho abre a exposição de Marcadores da Arte, projeto da Chico Lisboa, onde estou entre os vários artistas visuais.
Sua presença é, como sempre, bem-vinda!


quinta-feira, 28 de maio de 2015

Confraria Mentes Literárias recebe seu primeiro homenageado





  A chuva veio com força.  Para muitos que haviam confirmado presença, a chuva foi impedimento.
  Mas o evento se realizou lindamente.
Nosso homenageado - Escritor Dilan Camargo - foi brilhante nas palavras.
Proporcionando  um formato de entrevista, onde Dilan foi entrevistado por 12 componentes da Confraria Mentes Literárias, tendo por referência o Programa Autores e Livros, comandado pelo homenageado, o evento surpreendeu e emocionou os presentes.
Foi uma noite de palavras. Palavras impressas nos livros do homenageado. Palavras lidas nos poemas do escritor pelas entrevistadoras. Palavras  ditadas pelo coração nas respostas  do entrevistado.
Uma troca de posições  feito brincadeiras de criança.
Porque todos - confrades, homenageado e público presente - se harmonizaram e fizeram roda, graças às palavras poéticas que marcaram a noite festiva.









domingo, 24 de maio de 2015

Noite de Homenagens pela Confraria de Mentes Literárias





A Confraria Mentes Literárias, da qual faço parte, vai estar no dia 27 de maio, homenageando o 

Escritor  DILAN CAMARGO

O evento cultural tem reservadas muitas surpresas.










quarta-feira, 20 de maio de 2015

Leitura - a quem importa?





 Minha nova coluna acaba de sair no portal http://www.artistasgauchos.com.br








Leitura – a quem importa?


 


Não se faz leitura apenas no suporte livro impresso; ou livro físico, como é denominado o impresso depois do advento do digital.


Quando alardeamos que a escola prioriza a hora do conto e a leitura nas classes iniciais do ensino fundamental  e se desincumbe de dar  continuidade à formação do leitor nas classes posteriores e no ensino médio, podemos estar julgando a partir de dados insuficientes.


O ensino e a aprendizagem da leitura constituem ações a serem desencadeadas com  crianças e com  jovens, enquanto alunos. Porém, à medida que o aluno avança nos anos escolares, parece que o afastamento da leitura torna-se imperativo.  A sociedade, a atividade profissional, os meios de comunicação, as redes sociais que hoje imperam em todas as faixas, na maior ou menor medida, irão exigir do sujeito, autonomia em relação à leitura e interpretação de um texto, seja uma instrução, um relatório, uma ordem de serviço, uma lei ou uma bula de remédio. Sabemos que nem todos precisarão ou irão escrever com o rigor da escrita, mas ler será para a vida toda. Para todos, indistintamente.


Deste ponto de vista, podemos, sim, afirmar que a leitura vem se fazendo, dentro e fora da escola, em livros e em outros tantos materiais ditos físicos ou digitais.


 
 clique aqui para continuar a leitura: http://www.jacirafagundes.com)








quarta-feira, 13 de maio de 2015

Confraria Mentes Literárias homenageia o escritor Dilan Camargo


A “Confraria Mentes Literárias”, criada pela escritora Leila Pereira e a produtora cultural Leonor Pereira, reúne profissionais ligados à literatura e visa realizar encontros com escritores e ilustradores. Os eventos, que acontecerão a cada dois meses, irão prestar homenagem a escritores e ilustradores com reconhecida trajetória no meio literário.
Abrindo a agenda de 2015, o homenageado será o Escritor Dilan Camargo, em evento que irá acontecer no dia 27 de maio, às 19 horas, na Casa de Cultura Mário Quintana – sala Lili Inventa o Mundo.
O convite para participar da merecida homenagem, é aberto ao público.




quinta-feira, 7 de maio de 2015

Dia Nacional do Livro Infantil na NTCLivraria


A NTC Livraria, no município de Camaquã, comemorou o Dia Nacional do Livro Infantil com auditório da livraria repleto de alunos de escolas públicas.
Foi uma tarde de muito entrosamento entre a autora de Um Garoto Bom pra Cachorro e crianças que puderam falar de suas experiências com animais e ouvir a história de João Vitor e a cachorrada a seu cuidado.
Os pequenos tiveram, além da história, o contato com as ilustrações originais de Nádia Poltosi.
Uma tarde que deixa gostinho de "quero mais".