Quer ganhar o livro "Um garoto bom pra cachorro"?


Vou deixar um pequeno trecho do início da história de "Um Garoto Bom pra Cachorro"
A partir daí, me envie um texto de , no máximo 10 linhas, que você acha que poderia ser a continuação desta história.
O texto mais próximo da continuação da história ganha um livro.
Ao enviar seu texto, registre no comentário, deixe nome e endereço para o envio, caso seja você o ganhador.
Ou envie para o email: jamafag@terra.com.br




Foi só João Vítor sair, como sempre, com o bastão atrás da shih tzu de Mirela, para que os outros cachorros entrassem aos trambolhões na correria. Mas aquele dia, Pedro, Leleco e Mirela não esperaram João Vítor voltar da brincadeira. Levantaram do banco – contrariados – e foram se afastando, iniciando a volta pra casa.

Mirela foi a primeira a falar, assim que João Vítor e a cachorrada se juntaram ao grupo.

– A gente tem uma proposta pra te fazer, João.

– Uma proposta?

– É, uma proposta. Nós amamos os nossos cachorros, mas achamos que esta história de trazer pra passeio com horário, soltar eles na praça, e pior, limpar cocô, dá trabalho e é muito chato. E a mãe do Leleco, e a do Pedro e a minha mãe falaram que, se o Leleco não tomar conta do Sultão, o Pedro não tomar conta do Fiel e eu da Balli, elas vão entregar nossos cachorros pra adoção.

– Ah, isso não pode acontecer, temos que encontrar um jeito.

– Pois nós já encontramos, João. É esta a proposta: a gente quer te pagar da nossa mesada pra que tu tome conta dos nossos cachorros.

– Sério?

– Sério. Tu aceita? Amanhã tu pega o Sultão, o Fiel e a Balli com a gente. E nos devolve depois do passeio, das brincadeiras e da limpeza dos cocôs. Então tá combinado.

 


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Crianças com visão aprovam os livros acessíveis

                                                                                           Anna Júlia aprova A Escolha de Camila  ...